Síndrome do Coração Partido (Cardiomiopatia de Takotsubo)

Sabia que você pode literalmente "Morrer do Coração"? Conheça a síndrome do Coração Partido:

A cardiomiopatia de Takotsubo, também chamada de Síndrome do Coração Partido, é uma nova síndrome cardíaca, caracteriza-se por disfunção transitória do ventrículo esquerdo com dor torácica, alterações eletrocardiográficas e liberação discreta de enzimas como as de um infarto agudo do miocárdio.

A ventriculografia esquerda demonstra balonamento apical (dilatação) com hipercinesia do segmento basal do ventrículo assim, lembrando a forma de um takotsubo (armadilha utilizada no Japão para pegar polvo).


Na imagem acima, podemos ver um coração normal durante a sístole (figura A) e um coração afetado, havendo contração apenas na base com dilatação do ápice (figura B), fazendo com que o coração assuma um formato semelhante à armadilha japonesa takotsubo.


A síndrome descrita apresenta, como peculiaridade, o fato de seu desencadeamento estar ligado a alguns fatores bastante variáveis, sendo um deles o estresse e traumas emocionais. Apesar de a causa ser desconhecida, a estimulação simpática exagerada tem sido proposta como um fator central na fisiopatologia.

Precipitada por forte estresse emocional, é mais comum em mulheres com idade variando entre 60 e 75 anos. O sintoma mais comum é a dor retroesternal; entretanto, alguns pacientes apresentam dispneia, choque ou apenas anormalidades eletrocardiográficas.

A ausência de obstruções coronárias significativas e a reversibilidade da disfunção do ventrículo esquerdo são conceitos importantes para o diagnóstico, com restauração da função ventricular até 18 dias do início dos sintomas, em média.

Apesar da gravidade da doença aguda, a síndrome é transitória e o tratamento é essencialmente baseado em medidas de suporte hemodinâmico.

Fonte.
Compartilhar no Google Plus
Em busca de novos conhecimentos!
    Comentar com Facebook
    Comentar com Blogger

0 comentários:

Postar um comentário

Por favor, não utilize palavras feias. Obrigado.